Pet

Como acabar com pulgas em uma semana?

como-acabar-com-pulgas.jpg
como-acabar-com-pulgas.jpg

Quando temos um pet, seja ele qual for, a preocupação com a sua saúde se faz presente em nossas vidas. Isso porque queremos sempre o melhor para nossos animais de estimação, não é verdade?

Neste sentido de cuidado, um dos principais problemas que podem ser vistos e enfrentados é o surgimento de pulgas. E, quando esta situação se agrava, podemos nos perguntar: Como acabar com pulgas? Quais são os passos a serem dados para eliminá-las?

Pensando em como te ajudar a responder estas perguntas, e, com isso, garantir a saúde de seu pet, vamos, com este post, listar algumas maneiras rápidas de se conseguir este objetivo em um curto prazo de uma semana.

Pulgas: o que elas podem causar aos animais?

Em termos de saúde, o surgimento das pulgas pode trazer uma série de complicações para os nossos animais de estimação. Entretanto, por sua gravidade e riscos acentuados aos pets, podem ser destacados, dentre outros, os seguintes problemas:

  • Transmissão de diferentes verminoses e bactérias, bem como de doenças como erliquiose, babesiose e dermatite.
  • Risco de desenvolver problemas físicos como a anemia, por conta da grande quantidade de sangue perdida pela ação das pulgas em sua pele

Pulgas: sintomas de infestação nos animais

Assim como nós humanos, os animais, quando infectados por alguma bactéria ou algo relacionado a isto, apresentam alguns sinais de que não estão bem. Quando pensamos nas pulgas, não é diferente.

Sendo assim, devemos ficar sempre atentos à alguns comportamentos um tanto quanto estranhos de nossos pets, sendo os principais:

  • Coceira, lambidas ou mesmo arranhões de maneira “descontrolada”, por muito tempo e durante longos períodos
  •  Queda dos pelos, de maneira repentina e acentuada
  • Mudança no comportamento, passando a ser mais inquieto, nervoso ou mesmo agressivo
  • Presença de pequenos pontos avermelhados, que surgem na pele por conta da saliva das pulgas

Combate às pulgas: o que fazer?

Quando notamos a presença de pulgas ou carrapatos em nossos pets, algum “sinal de alerta” precisa ser ligado, no sentido de que será preciso tomar algumas providências para que estes desapareçam.

Dentro destas medidas de contenção a presença destes incômodos insetos, por sua eficácia e rapidez nos resultados esperados, podem ser destacadas:

  • Limpeza completa em todos os ambientes da residência, sendo que, se possível, pode-se optar pela contratação de uma empresa capacitada para tal ação
  • Aplicação de remédio para pulgas e carrapatos, bem como de venenos para matar pulgas, desde que sejam orientadas por um profissional especializado na área
  • Garantir uma alimentação saudável, proporcionando alimentos de marcas confiáveis, como a ração royal canin, por exemplo
  • Começar a aplicar, no banho dos seus animais, produtos de natureza preventiva, como sabonetes e sprays anti-pulgas

Por fim, podemos ver que, com estas medidas, o problema de como acabar com as pulgas em nossos animais de estimação pode ser contornado. Porém, mesmo que tenhamos uma melhora neste sentido de eliminação de pulgas, não podemos nos descuidar.

Isso porque, tendo em vista que existem algumas épocas do ano, principalmente as mais quentes, onde estes parasitas se proliferam com muito mais facilidade, não podemos cair no engano de que está tudo totalmente resolvido. Sendo assim, faz-se necessário um constante acompanhamento da situação de nossos pets, no intuito de buscar as condições de saúde ideais para eles.

Pulgas: riscos aos humanos

O perigo do surgimento de pulgas não se restringe apenas aos nossos animais de estimação, pois, também, pode se estender a nós. Isso porque, se esta situação estiver totalmente descompassada, pode-se correr o sério risco de transmissão de doenças para o nosso corpo.

Neste sentido, torna-se ainda mais importante tomarmos medidas de precaução, que vão de encontro ao objetivo de evitar a sua rápida proliferação nos ambientes de nossas casas.

Conheça mais sobre outros temas

O assunto tratado aqui foi importante para que você tenha mais recursos para combater a presença de pulgas em seu pet? Você conseguiu perceber que, tomando algumas atitudes relativamente fáceis pode-se ter um resultado interessante neste combate? Esperamos que sim.

Contudo, fica aqui o convite para você conhecer mais sobre outros assuntos importantes como este em nosso blog. Continue acessando nossos conteúdos, e tenha acesso à importantes informações de diferentes situações que envolvem o nosso cotidiano.

Newsletter
Yummy Recipes
New fresh and healthy recipes in your inbox

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *